Shampoos sem sulfato: tire suas principais dúvidas sobre eles

Por Gildson Fiorotti 

 

     Este é o meu primeiro post no blog Descobertas Cacheadas, então gostaria de me apresentar. Me chamo Gildson Fiorotti e também tenho cabelos cacheados. Acredito que muit@s já me conheçam dos grupos de No/Low Poo do Facebook. Cabelos também são uma temática que gosto de falar, de  compartilhar experiências e por isso estou aqui.

     Para este primeiro post escolhi um assunto ainda explorado de forma nem sempre objetiva e clara: shampoos!!! Sim, minha intenção é esclarecer algumas dúvidas frequentes sobre eles, principalmente para quem está começando nas técnicas do Low e No Poo. Para isso, precisarei falar sobre os shampoos COM sulfato também.

     Muitas pessoas acreditam que aquele shampoo que vem escrito na embalagem ser sem sal também não possua sulfato. A confusão entre sal e sulfato é bem comum e por isso quero esclarecer alguns pontos. Na verdade, quando dizem que é sem sal estão se referindo ao cloreto de sódio (sal de cozinha, comumente utilizado como espessante), entretanto existem vários outros tipos de sais na composição.

[xyz-ihs snippet=”AdSense”]

Shampoos COM sulfato

Para identificá-los, se atentem sempre à composição. Para isso, é necessário prestarem atenção nos nomes (tabela abaixo) descritos no verso da embalagem de cada produto, pois todos eles são sulfatos fortes e proibidos para as técnicas do No e Low Poo:
sulfatos

     Traçando um paralelo entre o mais forte e o mais fraco, o sulfato de sódio de coco é um pouco mais suave do que lauril sulfato de sódio (mas não muito) e semelhante ao laureth sulfato de sódio.

     No processo de lavagem, onde apenas o excesso de oleosidade e sujeiras do dia a dia deveriam ser removidos, vários ativos que depositamos nos cabelos e sua hidratação são levados por água abaixo literalmente. Tanto os fios,  quanto o couro cabeludo podem ficar ressecados a longo prazo com a “agressão” dos sulfatos.

Shampoo SEM sulfato

     Com os shampoos sem sulfato isso não ocorre ou, pelo menos, não deveria ocorrer. São produtos mais leves, lavam sem danificar e não costumam causar o ressecamento. Segue abaixo o tensoativo mais comum e as diversas formas que poderão encontrá-los nas composições:

componente do shampoo sem sulfato

Shampoos sem sulfatos cremosos e shampoos sem sulfato transparentes: um para cada uso

    Os shampoos cremosos possuem textura próxima a de um creme (como o nome já diz) e costumam ser mais hidratantes, chegando a parecerem produtos próprios para co wash.
    Muitas marcas têm lançado esses produtos na versão transparentes, talvez pelo medo de que o consumidor ache que o shampoo cremoso demais não seja tão eficiente. São boas opções para as pessoas que estão deixando de usar o sulfato – que costuma ser bem limpante e fazer bastante espuma – e estão aderindo a outras rotinas de cuidados capilares com produtos mais suaves.

    O mais importante é atentar de que ambos têm a mesma capacidade de limpeza. O que poderá diferenciá-los é a preferência de quem for usá-los. Quem tem o couro cabeludo mais oleoso tende a gostar mais dos transparentes e quem tem o couro cabeludo mais ressecado ou cabelos mais ressecados tendem a querer shampoos mais hidratantes. É mais questão de gosto do que de eficiência.

Quais as funcionalidades e eficácia do shampoo sem sulfato?

 

  • O que o shampoo sem sulfato consegue remover?

 

  • O que o xampu sem sulfato não consegue remover?

DICAS E DÚVIDAS FREQUENTES

 

1) Muitas pessoas me perguntam se o shampoo sem sulfato realmente é capaz de limpar os cabelos. Sempre respondo à elas que DEPENDE. Na lavagem, muitas coisas estão envolvidas além da capacidade de limpeza do shampoo! O tipo de massagem empregada e como ela é feita faz toda a diferença! Não adianta apenas aplicar o produto e não massagear as áreas a serem limpas, assim como no co wash ou a lavagem com chás (tema de um próximo post). Boas massagens são suficientes para remover sujeiras do dia a dia, suor e o excesso de oleosidade. Massagens juntamente com o anfótero presente no shampoo limparão o suficiente. Vale lembrar de que massagens regulares também auxiliam o crescimento capilar.  #ficadica para quem gasta fortunas com produtos destinados ao crescimento, mas nem sempre conseguem bons resultados. 😉

2) Como todo e qualquer produto, algumas pessoas podem realmente não se adaptar aos shampoos sem sulfato ou a algumas marcas específicas. Em mim, algumas marcas geraram maior oleosidade ao longo dos dias, enquanto que com outras não tive o mesmo problema.

3) Caso não esteja sentindo uma boa sensação de limpeza, tente massagear por mais tempo as áreas oleosas com movimentos circulares com uma quantidade maior de produto.

     Bom, espero ter ajudado a entender um pouco mais sobre a diferença do shampoo com e sem sulfato. O sulfato não é um vilão. Em muitos casos é necessário seu uso, principalmente para quem não faz as técnicas do No e Low Poo e utiliza os demais produtos capilares com derivados de petróleo. Mas seu uso constante realmente pode agredir os fios mais do que eles suportam. O assunto não se esgota aqui, mas procurei dar atenção aos principais questionamentos que me fazem. Até a próxima.

Nota da editora: Em breve teremos resenhas de shampoos já testados. Fiquem atentas.

Share
error: Content is protected !!